24/11/2017, Sexta-Feira
 
 
Ouvidoria
Sugestões, críticas, reclamações
Editais
Editais publicados
pela UVA
Calendário Acadêmico
Agenda das atividades acadêmicas
Vestibular/Concursos
Informações sobre Vestibular/Concursos
Portal de Serviços UVA
Acesso aos Sistemas da Universidade.
Página Inicial Contato Mapa do Site
 

Pós-Graduação

Guia Aluno

Revista

Revista

Revista

Revista

Revista


Links Relacionados

Telefones Úteis

ZICA

ABRUEM
Página Inicial da UVA   >   Notícias   >   UVA recebe visita da escritora Ana Miranda
      
Notícias - UVA recebe visita da escritora Ana Miranda
Gerar PDF


Em visita à Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), nesta quinta-feira, 09 de novembro de 2017, a escritora cearense Ana Miranda foi recebida no campus Betânia pelo Reitor Fabianno Cavalcante de Carvalho e a Vice-Reitora Izabelle Mont’Alverne. “Sempre quis conhecer a UVA, porque sei da importância da Universidade, principalmente por congregar toda a região para o desenvolvimento, para a inteligência e ser muito conhecida por isso”, disse Ana Miranda. 

Ao conhecer um pouco das instalações do campus Betânia, onde está o prédio histórico do antigo seminário São José, a escritora falou de sua admiração pela arquitetura que preserva a história da cidade. “Foi ótimo ter vindo, achei lindo, é pacífico, gosto muito de arquitetura antiga e Sobral é uma cidade muito rica em prédios históricos; dá vontade de estudar aqui”, disse a escritora, que também conheceu a Imprensa Universitária da UVA, apresentada pela Coordenadora das Edições UVA, Professora Socorro Dias, juntamente com Pró-Reitora Adjunta de Assuntos Estudantis e poetisa, Rebeca Viana. 

A escritora é uma das convidadas para a Feira do Livro de Sobral, onde estará hoje às 20h. A Feira teve início na terça-feira, 7 e termina hoje (9) no Centro de Convenções.  

Ana Miranda havia estado pela última vez em Sobral em outubro de 2013 para o lançamento de seu livro “O Peso da Luz – Einsten no Ceará”, quando “estava agendado um contato com os alunos, o que não pode acontecer em decorrência da greve de professores”, lembrou. “Deverei vir em 2019 para as comemorações do centenário da comprovação do eclipse de 1919 e espero visitar novamente a Universidade”, disse Ana Miranda.

Sobre Ana Miranda

Ana Maria de Nóbrega Miranda (Fortaleza, Ceará, 1951). Romancista, poeta e atriz. Vive dois anos no Rio de Janeiro e, aos 5 anos, migra com a família para Brasília. De 1969 a 1999, retorna à capital carioca. Estuda pintura com artistas plásticos e inicia a carreira de escritora. Entre 1971 e 1979, atua em vários filmes do cinema novo brasileiro.

Seu primeiro romance, Boca do Inferno (1989), recebe o Prêmio Jabuti de revelação em 1990 e é considerado um dos 100 romances mais influentes da língua portuguesa no século XX pelo jornal O Globo. Ana é reconhecida por seus romances históricos, que associam ficção com pesquisa documental minuciosa. Produz também poesia, novela, roteiros cinematográficos, ensaios, textos críticos, edição e pesquisa de originais, tendo preparado para publicação obras de Vinicius de Moraes (1913-1980) e Otto Lara Resende (1922-1992).

De 1977 a 1983, torna-se editora-chefe do Instituto de Artes da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Colabora para importantes publicações nacionais, como a revista Caros Amigos e no jornal Correio Braziliense. É escritora visitante em universidades estrangeiras, como Stanford, Yale e Berkeley, nos Estados Unidos, e Tor Vergata, na Itália. Em 2015, recebe o título de doutora honoris causa da Universidade Federal do Ceará (UFC). Em 2003, seu livro Desmundo (1996) é adaptado para o cinema, com roteiro e direção de Alain Fresnot (1951).

Ana Miranda tem extensa obra autoral, com destaque para os romances históricos. O primeiro deles – e talvez o de maior alcance – é Boca do Inferno. A obra projeta a autora no cenário literário internacional, recebendo várias traduções e críticas favoráveis. Trata-se de um romance de redimensionamento histórico, que se passa em Salvador, na Bahia do século XVII. Os personagens principais são o poeta barroco Gregório de Matos (1636-1696), conhecido como o “Boca do Inferno”, e o jesuíta sermonista Padre Antônio Vieira (1608-1697). A obra recorre às estratégias do gênero, como a fusão entre acontecimentos documentais e inventados e a intertextualidade. Desse modo, a autora expõe os desmandos e os costumes questionáveis da organização política colonial na Bahia.

O romance histórico também é desenvolvido em outras obras. O Retrato do Rei (1991) trata da Guerra dos Emboabas, durante o ciclo do ouro em Minas Gerais. A Última Quimera traz o poeta Augusto dos Anjos (1884-1914) como protagonista e apresenta, como pano de fundo, o início do século XX no Rio de Janeiro. Desmundo, por sua vez, baseia-se nas órfãs que vêm de Portugal, em 1555, para se casarem com os colonos brasileiros. Dias & Dias (2002) aborda a vida íntima do poeta Gonçalves Dias (1823-1864), com base em sua correspondência.

Fonte: Enciclopédia Itaú Cultural

Você pode compartilhar esta notícia em suas redes sociais, acessando os ícones abaixo.





09.11.2017
Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional da UVA
Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
(comunicacao@uvanet.br / 88 3677-4271)


Lido 330 vezes

000007



Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - Av. da Universidade, 850 - Campus da Betânia - Sobral-CE
CEP: 62.040-370 - Ver localização no mapa - Telefone para contato: (88) 3677-4271
© 2017 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.